Conservadora Betim: terceirização de serviços e mão de obra

A terceirização de serviços gerais como portaria, segurança e limpeza pode ser uma tarefa simples, desde que você confie na empresa certa para terceirizar a mão de obra.

Se você está pensando em terceirizar esses serviços na cidade de Betim, saiba que os colaboradores terceirizados serão responsáveis ​​em criar as primeiras impressões de cada cliente que visitar sua empresa. Por isso, lembre-se da importância de optar por uma empresa de terceirização com ampla tradição, experiência e investimento contínuo na profissionalização e treinamento de sua equipe.

Nossa equipe de especialistas operacionais, têm anos de experiência em implementação de serviços, pois foram treinados para ajudá-lo a alcançar as vantagens descritas neste método de contratação.

Uma das grandes vantagens da terceirização de mão de obra é que os gestores da sua empresa podem voltar seus esforços para a alma do negócio, deixando para a Azul Service, todas as atribuições inerentes à prestação dos serviços. Como por exemplo: seleção de funcionários, contratação, treinamentos e gestão.

Essas etapas são de suma importância para trabalhamos com profissionais competentes e experientes para realizar as tarefas da sua empresa.

Você está preparado para poupar tempo dos seus colaboradores? Para economizar na contratação de mão de obra? Então, entre em contato conosco agora mesmo para solicitar um orçamento personalizado. Caso seja necessário, realizaremos uma visita técnica sem custo nas suas instalações.

Os benefícios não param por aí:

  • Pagamentos de salário e benefícios em dia;
  • Sem multas de contrato;
  • Parcelas fixas.

Sem custo adicional para:

  • Rescisões trabalhistas;
  • Substituições de funcionários;
  • Reposições de faltas;
  • Cobertura de férias, licenças e afastamentos;
  • Supervisão Operacional 24h e 7 dias por semana;
  • Manutenção e troca de uniformes;
  • Fornecimento de materiais e equipamentos.

Condições especificadas em contrato.

Conheça a seguir, alguns dos serviços oferecidos por nossa empresa:

  • Ascensorista;
  • Auxiliar administrativo;
  • Auxiliar de Serviços Gerais (ASG);
  • Copeiro;
  • Encarregado de limpeza;
  • Ferista;
  • Jardinagem;
  • Limpador de vidros;
  • Limpeza compartilhada;
  • Limpeza de fachada;
  • Limpeza industrial;
  • Limpeza pós obra;
  • Manobrista;
  • Manutenção predial;
  • Mensageiro;
  • Recepcionista;
  • Supervisor;
  • Telefonista;
  • Vigia de obra;
  • Vigia motorizado;
  • Vigia;
  •  

Clique na função desejada e saiba quais os benefícios de ter um colaborador Azul Service prestando serviço em sua empresa.

Ligue para nós agora mesmo! Teremos prazer em atendê-lo.

FAQ

1.       O que é terceirização de mão de obra?

A terceirização de mão de obra é um processo onde a empresa X contrata a empresa Y para desempenhar determinadas atividades. Dessa forma, a empresa X pode dedicar máxima atenção às suas atividades estratégicas e, ao mesmo tempo, contar com profissionais capacitados para realizar os demais serviços através de empresas especializadas.

 

2.     Quais os principais benefícios em contratar uma empresa de terceirização de serviços de mão de obra /conservadora para serviços de limpeza?

São muitas as vantagens em terceirizar a mão de obra destinada aos serviços de limpeza para a sua empresa. Conheça a seguir, as principais:

  • Aumento da qualidade: quando uma empresa opta em contratar um serviço de limpeza terceirizado, é definido em contrato todas as questões inerentes a execução do trabalho. As expectativas e necessidades do cliente serão alinhas no escopo de trabalho que guiará os funcionários da Azul Service na execução dos serviços. Diferente de um funcionário de limpeza direto da empresa, o funcionário terceirizado é treinado regularmente pelos gestores operacionais da Azul Service, que são especialistas em limpeza e gestão de pessoas. Esse acompanhamento promove um aumento significativo na qualidade da limpeza das instalações da sua empresa.
  • Economia de tempo: pense em quantas horas são necessárias para treinar um colaborador de limpeza interno para sua empresa. Com a correria do dia-a-dia é praticamente impossível conseguir delegar, acompanhar e treinar o seu funcionário, correto? Manter a liderança da empresa focada nos negócios e cargos estratégicos é o ideal. Para isso, o indicado é contar com uma empresa séria que vai fazer esse trabalho por você e lhe entregar um colaborador devidamente treinado às necessidades da sua empresa.
  • Maior eficácia: conforme dito anteriormente, terceirizando as funções secundárias, as empresas têm a oportunidade de se concentrar mais em suas principais atribuições. Por sua vez, isso geralmente acompanha o aumento da eficácia e da produtividade.
  • Redução de custos: em um panorama geral, a contratação de um serviço de terceirização de limpeza deve significar pelo menos 20% de redução de custo. Os profissionais que prestarão serviço na sua empresa, serão devidamente capacitados pela Azul Service. Além da economia com treinamentos, você também economizará com seguridade social, tributos e outros encargos trabalhistas.
  • Flexibilidade: o que acontece se a demanda de limpeza da sua empresa aumentar? E, caso seja necessário diminuir a frequência, o que poderá ser feito? Pensando nas infinitas possibilidades e necessidades de um negócio, a Azul pode lhe oferecer um contrato flexível e que abranja a necessidade momentânea de sua empresa. Importante ressaltar que todas as cláusulas que abrangem esse escopo de trabalho serão devidamente acordadas no início da negociação.
  • Crescimento rápido: a possibilidade de contratações escaláveis é uma das propriedades mais importantes das empresas em ascensão. Isso significa que sua empresa pode crescer rápida e continuamente. A Azul Service pode lhe ajudar nesse processo. Digamos que hoje você tenha apenas uma instalação, e vai inaugurar uma outra unidade em breve. Você não precisa se preocupar com a contratação de colaboradores para limpeza e conservação. Basta solicitá-los a Azul Service, firmar um novo adendo no contrato e pronto.
  • Limpeza contínua: a maioria das empresas não podem arcar com os custos de funcionários reservas para eventuais faltas dos colaboradores efetivos. Com isso, o serviço de limpeza acaba sendo suspenso na ausência do responsável pela limpeza. Isso impacta a empresa de diversas formas, como: qualidade para os seus clientes, ambiente sujo e desorganizado que afeta a produtividade e bem-estar dos demais funcionários, entre outros impactos negativos na rotina da empresa.

3.       Por que é necessário ser realizada uma vistoria/ visita técnica no local?

Para que nossa equipe Comercial possa lhe oferecer um valor justo, é necessário avaliarmos a empresa/ local da prestação de serviços, de modo que o orçamento é feito com o melhor custo x benefício e sob medida para as individualidades do seu negócio.

A visita será realizada de acordo com sua disponibilidade e por profissionais devidamente capacitados. Conte conosco para atendê-lo!

  1. Preciso contratar mão de obra com materiais e equipamentos ou somente a parte de DP?

Todos os nossos serviços são personalizados de acordo com as necessidades dos nossos clientes. Portanto, o fornecimento de materiais de limpeza e equipamentos só serão inclusos no contrato, se você optar dessa forma. Os planos serão devidamente ajustados para atender à sua empresa.

5.       Caso o funcionário que presta serviço em minha empresa falte, em quanto tempo o funcionário cobertura será encaminhado para minha empresa?

Todos os nossos colaboradores são devidamente orientados a informar as faltas, de modo diminuir os impactos da sua ausência na sua empresa. Quando a falta é programada, geralmente, o colaborador cobertura já vai diretamente para a sua empresa no horário estipulado. Entretanto, caso a falta seja uma emergência, assim que tomamos nota por nosso colaborador que não comparecerá ao trabalho ou por nosso cliente, o Gerente Operacional encaminha prontamente um novo colaborador para cobrir a falta.

6.       Como funciona o fornecimento de materiais e equipamentos para prestação dos serviços na minha empresa?

A entrega dos materiais pode ser feita diretamente por nossos fornecedores, que faz a distribuição nos postos de serviços, ou, pela equipe Operacional da Azul Service. A data de entrega, bem como as quantidades de materiais são fornecidas de acordo com o escopo definido no contrato. Quanto aos equipamentos, esses são enviados conforme a necessidade de cada setor por um de nossos supervisores.

7.       Quando ocorre um acidente de trabalho, quem se responsabiliza pelo colaborador acidentado?

A responsabilidade é da Azul Service. Precisamos apenas da colaboração do cliente para validar as informações e registrar a CAT. Caso o funcionário venha ausentar-se de suas atribuições, um funcionário substituto será direcionado para a sua empresa.

8.       Existe algum tempo mínimo obrigatório para contratação de algum serviço?

Não. Os contratos não precisam obrigatoriamente ter tempo mínimo. Faremos um plano de trabalho sob medida para sua empresa. Reiteramos apenas, a necessidade que todas as condições sejam devidamente especificadas em contrato.

9.       Para quais empresas os serviços da Azul Service são indicados?

Atendemos aos mais variados setores, como: condomínios residenciais e comerciais, hospitais, escolas, shopping centers, pequenas e grandes indústrias, comércio atacadista e varejista, portos, aeroportos, construtoras, mineradoras, hospitais, instituições financeiras, igrejas, entre vários outros. Consulte-nos!

10.   Tenho uma demanda específica para terceirização de serviços. Posso ter um projeto customizado?

Sim, todos nossos serviços são personalizados para atender nossos clientes da melhor forma possível. Saiba mais clicando aqui.

Curiosidades sobre Betim – MG

O local onde encontra-se a cidade de Betim foi colonizado por portugueses e brasileiros e fez parte de um relevante rota de pioneiros que vinham de São Paulo a Pitangui, atraídos por descobertas minerais e também uma rota de abastecimento que ia da Bahia a Minas Gerais. Pelo fato da rota que passava por Betim ter sido bem sucedida, o pioneiro Joseph Rodrigues Betim, que estava vinculado ao famoso Borba Gato, pediu licenças de terras nesta região em 1711. Betim herdou o nome deste pioneiro, que não ficou nessas terras, indo para Pitangui em 1714.

Logo após a doação das terras, a região se consolidou como ponto de passagem e escala de tropeiros. Nesta época, foi construído o antigo casarão que hoje abriga a Casa da Cultura. Entre os anos de 1711 e 1750 a sesmaria da cidade de Betim recebeu vários assentamentos. O primeiro deles a ganhar importância foi o Arraial da Bandeirinha do Paraopeba, que ganhou esse nome porque na região acontecia o ato chamado “bandeirinha”, que tratava-se de uma pequena busca por minérios ou “ramo” de bandeira. O bairro das Bandeirinhas é agora onde ficava essa vila.

Em torno de 1750, os moradores de Bandeirinha pediram à Igreja Católica que construísse uma capela. O local escolhido para isso foi um monte e a capela foi construída no que atualmente é a Praça Milton Campos. Como existiam outras capelas na região, em Mateus Leme e Santa Quitéria (atualmente Esmeraldas), o novo templo passou a ser conhecido como Capela Nova do Betim, nome que posteriormente se estendeu à aldeia que se desenvolveu em torno dele. Esta primeira capela tornou-se matriz em 1867 e foi demolida em 1969. No seu lugar, na Praça Milton Campos, encontra-se um monumento à Igreja Velha.

Entre 1760 e 1800, a vila de Capela Nova do Betim ganhou importância e foi elevada a distrito em 1797, fato estabelecido em 1801 pela Câmara de Sabará.

Naquele período, Betim sofria com a crise econômica que afetou toda a antiga área de mineração. Começou a se desenvolver uma atividade econômica voltada para a subsistência, a manutenção da lavoura arável e da pecuária, importantes ainda no auge do chamado ciclo do ouro. As principais fazendas eram ligadas à família Nogueira Duarte, sediada na região de Serra Negra. Foram instalados 35 moinhos de olaria e farinha às margens do Rio Betim.

O século XX nasceu em Betim com a implantação da infraestrutura que viria a transformar a região em pólo industrial. Entre 1909 e 1911 a Schnoor Engenharia construiu a linha férrea que passa por Betim. O engenheiro Antônio Gonçalves Gravatá, então funcionário da Schnoor, propôs a construção de uma usina hidrelétrica na cachoeira principal do rio Betim, com 84 metros de altura. A hidrelétrica foi construída por Gravatá em seu terreno (Fazenda Cachoeira) e gerou energia para Betim e municípios vizinhos.

O crescimento da Capela Nova do Betim e sua relativa autonomia econômica e lideranças políticas atuantes fizeram do distrito um Betim de 1938, por meio da reforma administrativa de um município que já tinha o nome de Betim.

Nas décadas de 1940 e 1950, Betim voltou a exercer uma importante função de abastecimento, desta vez para a capital Belo Horizonte. O planejamento estadual designava Betim para a industrialização básica, representada pelas siderúrgicas e pela produção de alimentos para abastecimento da capital.